# extratos II

# extratos II

Hoje não me lembro bem do que disse – ou lembro de tudo,sei lá… –

 

comecei a esperar pelas visitas

a marcar a cidade no número de quem entrou

comecei a desvendar nomes dela…

a criar mitos,lendas.

Precisava dela pra começar o dia.

 

Reintero…PRECISO

 

assim de precisar mesmo.

E dos azuleijinhos que chegavam e arrancavam sorrisos

 

aprendi a provocar

a mudar desejos de palavras;

a chover…

“não vou esquecer nunca da sensação de chuva…está a chover aqui…”

 

aprendi a sentir borboletas a voar na barriga;

a gostar do azul, do laranja, do escarlate, do preto e branco…

a descobrir palavras novas e aprendi a medir a saudade pela imensa solidão que os dias fazem em mim.

 

E que em mim existem dois mundos…

 

 

Mariana Gouveia

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s