você me desperdiça.

você me desperdiça.Guarda-me na memória dentro de um arquivo que não lembra o nome, a cor nem a forma. Dentro de duas cartas antigas, entre três estrofes completamente ilegíveis. Para atribuir essência e ardor ao esquecimento. À véspera do abraço. Enquanto refaz encontros, ganha um prêmio e resolve problemas: coleciona-me. Amontoada numa caixa de entrada, de peito e surpresas. Para me desmanchar primeiro, antes de mim, entre tantas. Leito para teus retrocessos, cabeçalho dos dias rasos: você me desperdiça.

Priscila Rôde

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s