Uma rua que começa

Uma rua que começa

No teu amor por mim, há uma rua que começa.
Nem árvores nem casas existiam nela,
apenas Tu.
E antes que tu tivesses palavras e tudo em mim fosse um coração para elas, Invento-te !
O céu azula-se sobre esta triste condição de te ter sem ter.
Recebo unicamente dos choupos onde cantam os impossíveis pássaros que anunciam uma nova primavera;
Tocam sinos e aqueles pássaros levantam voo com todos os seus cuidados
Ó meu amor nem minha mãe tinha assim um regaço como este dia tem …

Ruy Belo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s