fragile

 “Assim como você disse que deveria ser:

Nós dois nos esquecemos da brisa

na maioria das vezes”

Fragile

Quando agora te digo
Eu amo-te
Entrego apenas
Com cuidado o presente
Para uma festa que nós os dois
Nunca festejámos

E quando tu
De novo sozinho
Tens o teu aniversário

Perante os olhos
E te apoderas impacientemente
Deste embrulhinho
Já não tomas consciência
Dos cacos tilintantes lá dentro.

Karin Kiwus

Anúncios

5 comentários em “fragile

  1. Lunna Guedes disse:

    Belíssimo poema que me fez suspirar cá. Bela maneira de começar a semana. Grazie carissima. Amo-tu

    Curtido por 2 pessoas

  2. mariel disse:

    Suspirante, um tanto triste, muito emocionante

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s