Bi_polar

Bi_polar

O meu amor tem o ocaso do dia e o amanhecer vibrante

em mim.

Tem a delicia plena de menina e é tão senhora de mim.

O meu amor duplica em mim as maneiras de amar.

Ora terna,suave.Outras,selvagem,ânsia…furacão.

O meu amor desperta em mim a loucura dos vendavais e a mansidão da brisa.

O meu amor é espera e ao mesmo tempo chegada.

É anúncio de primavera e encantadora como o outono.

Traz calmaria e tempestade.

Meu amor é bipolar.

Frio,calor.

ternura e desejo ardente.

Volúpia e a doce tentação de entrega.

O meu amor é pleno,é tempo,é hora e ao mesmo tempo,

segundos.

O meu amor é por quem todo dia eu morro…

ah,e por quem eu vivo a cada instante.

Mariana Gouveia

Anúncios

2 comentários em “Bi_polar

  1. Cris Campos disse:

    Todo amor está sujeito à essa bipolaridade. Seu poema traduziu maravilhosamente essa essência, que ao final é o que mantém o aquecer nas veias de quem ama de verdade. Belíssimo Mariana.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s