Autodefinição

do que é frágil

Ela mede o fogo
pela alma
Faz uma trança de riso
em vez de lágrima
Tece o amor que tem
até aos outros
Troca o espírito e a paz
pela coragem

Ela teima na esperança
e volta ainda

Retoma o fio de prumo
com que traça

A linha da vida
que assume

Dispondo do avesso
até à face

Ela põe e repõe
o seu destino

Vai mais longe
naquilo que disfarça

Ela ousa o coração
e reafirma

Bordando o arco-íris
do que é frágil

Maria Teresa Horta

Anúncios

6 comentários em “Autodefinição

  1. Belíssimo! Me identifiquei! Quando eu estiver pelo computador virei copiar 😋 bBom final de semana! Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  2. Dulce Morais disse:

    Muito belo! Gostei do ritmo, dos sentidos… 🙂
    Obrigada por partilhar, Mariana!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s