Ah, flor

Amanda diaz

a cada poema
que eu faço,
seja um risco,
ou um traço,
nasce em meu peito
uma flor,

ai dessa flor,
ai de mim,
quando o poema sacar
que esse meu peito
é um jardim.

Múcio Goés
*imagem: Amanda Diaz

5 comentários em “Ah, flor

  1. mlacg disse:

    Se a cada poema nasce uma flor, no seu peito, é primavera o ano inteiro!

    Curtido por 1 pessoa

  2. mariel disse:

    Sendo assim, cada poema que leio, nasce uma flor em mim

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s