Alada*

Modesto Roldan (2)

um pássaro

bate asas no meu
peito
a pedir paisagens no parapeito
da tua
boca.

faz,
(de brilho suspenso
nos olhos,)
com as palavras,
fio onde baloiça penas
antigas

a pedir carícias desses
dedos
que desenrolam novelos.

és a ponta onde me encontro.
e o laço com que me enfeito.

Rosa Maria Ribeiro

* imagem: Modesto Roldan

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s