Quando o mar invadiu…

quando-o-mar-invadiu

minha janela
eu já era plena de riso
Já era nua e o vento, meu
Peguei a onda pelo cabelo
e os peixes, em delírio de estar
era toque de mão no corpo todo.

Quando o mar entrou em minha vida adentro
trazendo a maresia para a moldura da sala
eu já era poesia na palavra dela

Quando o mar me amou
eu já era marítima e mais nada
eu já era puro amor de mar.
E já não podia ser de mais ninguém.
Só dela.

Mariana Gouveia
*imagem: Tumblr

6 comentários em “Quando o mar invadiu…

  1. Filomena Simões disse:

    “eu já era”… tu sempre foste e continuas a ser uma das minhas referências maiores da escrita em língua Portuguesa. Por isso e tudo o mais, o meu muito obrigada. Abraço. Margarida Afonso Henriques.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ana disse:

    eu já era poesia na palavra dela. Belo, Mariana

    Curtido por 1 pessoa

  3. Lunna Guedes disse:

    Li esse lindo poema no transito da cidade paulistana, enquanto os caminhos se reinventavam, eu fugia para o mar. grazie amore

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s