Era todo o verbo no gesto de amar.

era-todo-o-verbo-no-gesto-de-amar
O pássaro não veio na lógica do dia.
Havia nuvens sem cores no céu. As folhas dançavam com o vento.
Algum vizinho preparou o café. O cheiro invadiu a madrugada e mudou a rotina do dia. Não havia a voz dela a desenhar as linhas da manhã.
O dia tinha tonalidades de arte. Pintura abstrata na solidão das cores.
Vi uma mulher que ria pra dentro.
Marquei mais um século no acontecimento do dia. Relembrei a manhã do pedido e a rotina do tempo. Chovia quando a palavra pronunciada trazia prazeres.
Faltava o ar na maioria das vezes.
Era todo o verbo no gesto de amar.

Mariana Gouveia
*imagem: Craig Gum

Anúncios

7 comentários em “Era todo o verbo no gesto de amar.

  1. Maria de sa disse:

    “Havia nuvens sem cores no céu. As folhas dançavam com o vento.”-frase tão inspiraadora que tanto gosstei. Obrigada Maria

    Curtido por 2 pessoas

  2. mariel disse:

    O amor visto da ante sala da rotina

    Curtido por 1 pessoa

  3. charles burck disse:

    Vc é quem mais se aproxima do que eu escrevo, babo ao lê-la

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s