É que não sei beber de outra fonte que não a tua

e-que-nao-sei-beber-de-outra-fonte-que-nao-a-sua

me bastam teus trajetos
e o céu que trazes entre as pernas
tuas ermas esquinas
teus gemidos
e cada suspiro que cola ao meu ouvido
não sei tocar outra boca que não a tua
e ouvir outra voz que escancare as ruas tanto quanto você
teu gargalhar e tua libido
tem o tamanho do abrigo que sempre sonhei”

Caus Tica Flor
*imagem: Tumblr

Anúncios

2 comentários em “É que não sei beber de outra fonte que não a tua

  1. Maria de sa disse:

    Um poema bem sensual -obrigada Maria

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s