O som do amanhecer é seu (e do anoitecer também)

o-som-do-amanhecer-e-seu

Fui eleita.

Espero que tenha consciência da sua dimensão,
da sua eternidade e que compreenda inteiramente a alma da minha alma,

porque quero relampejar…

Quero sempre

Eu faço tempestade em ti
mesmo que seja verão

Hoje é verão…
e em ti vivo as estações inteiras

pela terra, pelas chuvas, pelo sol

Tu, um universo.

tu és infinita
E eu te beijo

Aqui, ás vezes, o silêncio grita…
nossas manifestações são sussurros

eu, tempestade, vento, raios, trovões…
e coração quando chove?

transborda líquidos
lágrimas, suores, mel…

salivas

Hora do amanhecer…
o som dos pássaros habita a manhã.
O som do amanhecer é seu
(e do anoitecer também)

Sinto tua vontade
Tudo o que tenho sentido, tudo por que tenho passado depois de ti é uma revolta de coisas inventadas, perante o êxtase da vida

Passei para lá do meridiano e descobri o sul onde amanhece poesia…

Mariana Gouveia

Série Diálogos
*imagem: Akira Enzeru

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s