2. dos Rituais do orvalho

Havia acostumado molhar os pés com o orvalho das plantas… capim rasteiro que grudava na pele… relva que curava qualquer dor.

Quando podia, bebia na própria flor… Tinha essa mania de seiva.

Alguns diziam que era para se impregnar de perfume…

Apenas ela sabia que era para se manter viva.
Mariana Gouveia

Anúncios

2 comentários em “2. dos Rituais do orvalho

  1. Cláudia disse:

    Eu tenho certeza que sim, porque a beleza é pura pulsão de vida.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s