16. dos rituais das cartas

Encomenda Postal.jpg
Escreveu quatro cartas para endereços diferentes. Falava do passado, presente e futuro. Desenhou estradas que talvez nunca passaria. Retratou a cidade com seus cheiros, suas calçadas floridas pelos ipês de várias cores.

Tentou passar o perfume das ruas através das frases.

Imaginou o riso e a emoção de cada um ao abrir o envelope colorido. Contou das nuvens e as manhãs de verão.

Explicou os sonhos, detalhou a esperança e cumpriu o rito da promessa.

Falou da menina que recusou o livro por desconfiança – afinal, o mundo anda estranho – e perdeu a vontade de oferecer de novo.

Escrever não precisa de explicações.

Beijou um a um os acontecimentos e fechou o envelope.
Mariana Gouveia
16. dos Rituais das Cartas

Anúncios

3 comentários em “16. dos rituais das cartas

  1. Que delicadeza…

    Lindo, lindo! 🙂

    Um abraço, Mariana…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s