55. das palavras das cartas

Zi,

Descobri que esse ano eu ainda não te escrevi… Deve ser por isso que houve uma revolução no universo que tange meu “céu”…

Eu sinto sua falta no lugar onde te descobri, mas compreendo seu instante “silêncio’. Juro que também já pensei em fazer isso.

Das aldeias, as notícias que chegam é de que todo caminho, atola. Chove tanto em tudo que tem água.

Os bichinhos ficam com colares de gotas nas antenas e isso afeta minha cura.

Eu soube hoje da partida de uma esperança. O equilíbrio terno se desistabilizou e tive que fazer o ritual dos ritos – então, se o equilíbrio começa com uma carta, que a palavra seja leve – e estou aqui.

Busquei seu espaço, passarim e tudo estava vazio.

As cartas da astrologia falam que o tempo é de intensidade e que a minguante se aproxima e fica mais fácil plantar as flores que gosto.

Vênus se confraterniza com a lua e ela insinua meio riso no céu, enquanto aqui, louvo o tempo na vontade das horas. Louvo a Deus para que esse tempo seja breve, seja leve e você sabe onde me encontrar.

Às vezes, a bússola do universo está nas mãos dos emocionadores…

Cuide dela com cuidado.
Beijo

Mariana Gouveia

54. das palavras das cartas

Anúncios

2 comentários em “55. das palavras das cartas

  1. Lunna Guedes disse:

    Vou levar comigo essa frase, para ilustrar um escrito que começou cá na ponta dos dedos. rs
    ‘Às vezes, a bússola do universo está nas mãos dos emocionadores’…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s