111. dos dias aleatórios de Abril

111. dos dias aleatórios de Abril.JPG

O fruto serviu ao destino para o qual plantado. Havia rumos de asas no quintal…
O canto a madrugar rotinas dentro das horas e o vento a exalar aromas de saudades.

Ainda ontem e o verbo era germinar e o raminho a brotar o verde ganhando espaço fora do espaço.

As flores em sua sorte de perfumar a vida e ali, logo cedo, o pássaro de todo dia ganha a sorte de matar a fome.

A natureza e seu estado de graça diante de mim enquanto o vento sussurra em resposta ao amor.

Mariana Gouveia
111. dos dias aleatórios de Abril

Anúncios

4 comentários em “111. dos dias aleatórios de Abril

  1. Maria de sa disse:

    Tão poético este deambular pelo passado feliz Maria

    Curtir

  2. Lunna Guedes disse:

    Gosto imenso de acompanhar o movimento das estações no quintal do seu olhar.
    É como receber um convite para uma dança num salão ao ar livre. rs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s