115. dos dias aleatórios de Abril

115. dos dias aleatórios de Abril.JPG
Conhecia o ritual das flores…

O ritmo em que elas cresciam no quintal
Era ali, entre o canto do muro e a leveza do vento.
O mapa feito de pulsar e orações…
Ave, flor!
Bendita seja a semente que possui um jardim inteiro…
Brota coração em tudo que flor.
O corpo presente em nuances distintas e havia o homem que acreditava nos milagres.
Ave, dor!
Do outono, líquido o orvalho, a paisagem quase furta cor…
Ave cor!
E há palavras que vira esperança
mas isso era antes de eu amar…
Ave, amor!

Mariana Gouveia
115. dos dias aleatórios de Abril
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s