132. dos dias diferentes dos outros dias

132. dos dias diferentes dos outros dias

Entrei. Sentei na poltrona onde podia ver a janela.
Pediu que eu falasse sobre o que eu sentia.
Calor – o sol está castigando esses dias – há um sol para cada um nessa cidade… Acaba com meu jardim.
Ela sentou no divã vermelho. Clássico.
e desabou a falar de flores.
Quis descobri o que eu sabia das lanternas chinesas e comecei a falar de luz. Falei das histórias que li e do poema em mandarim do livro verde e de como a semente veio parar em minha mão.
Ela achou tudo poesia pura e me pediu para voltar amanhã

Mariana Gouveia
132. dos dias diferentes dos outros dias

Anúncios

4 comentários em “132. dos dias diferentes dos outros dias

  1. Triccia Araújo disse:

    Eu ia adorar te atender… rs
    Que lindeza ❤

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lunna Guedes disse:

    E você voltou para falar da noite, da lua e dos trovões???
    (rá)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s