142. dos dias diferentes dos outros dias

142. dos dias diferentes dos outros dias.jpg
Quatro da manhã e eu varrendo folhas enquanto a loucura faz barulho na alma.
A garoa densa lembra o tempo da estação e o cacto inicia seu meio de desabrochar uma flor.
O grito de uma ave noturna abala o silêncio…
Um cão ladra como se dissesse um código para o outro da rua de cima que responde em ressonância ao aviso
O que o moço da reciclagem faz uma hora dessa na rua catando garrafas pets, enquanto o frio corta a pele e ele canta a canção sertaneja que me faz lembrar da última carta que minha mãe escreveu?
Sirvo um café quente para aquecer as mãos na xícara e ele narra uma saudade gritante no peito de coisas que não viveu.
Recicla versos dentro de uma canção imaginada e desperta a manhã fria que se aproxima envolvido no abraço… fala da mulher azul do seu passado e seus pés de bailarina e do cheiro de árvore que sente toda madrugada nas caminhadas rotineiras:

– isso de dor de amor, moça, é como ferida na pele… Até sara, mas fica a cicatriz.

Mariana Gouveia
142. dos dias diferentes dos outros dias
Anúncios

3 comentários em “142. dos dias diferentes dos outros dias

  1. Maria de sa disse:

    “- isso de dor de amor, moça, É como ferida na pele… Até sara, mas fica a cicatriz.” Que verdade tão profunda -Maria Aqui é o dia do abraço …. ​

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lunna Guedes disse:

    Me lembrei do tempo em que morava em uma velha casa e me distraia com os latidos dos cães e do som da vizinhança. Era recém-chegada a cidade é os humanos me aborreciam, ao contrário dos cães.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s