218. das impressões do dia seguinte

 

O dia amanhece no canto dele. Aviso de encantos no quintal. Floreia entre o varal e o bebedouro. Reconhece a voz, enquanto sou puro delírio nas palavras dela.
A voz, quase me leva a voar.
O céu desenhando rotinas de laranja anunciando o novo dia. O sol a espreitar vontade de lua.
Ela não vê as notícias do dia. Nem sabe sobre as ondas gravitacionais. Quebra as regras mais de uma vez. Rompe rotinas antigas só para falar que o dia é mais lindo dentro da palavra dela.
A vida tão intensa dentro do instante de agora.
E eu, quase perco a lucidez na fome de querer.

Mariana Gouveia
218. das impressões do dia seguinte

Anúncios

5 comentários em “218. das impressões do dia seguinte

  1. mariel disse:

    O dia ganhou asas

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lunna Guedes disse:

    O dia amanheceu aqui em mim, as 18h25, já é noite e as luzes da cidade se acendem e eu vejo uma vitrine a dizer bonecos imóveis com suas peças de inverno e um cão arrasta sua humana pelas calçadas. Me pergunto: onde fomos? rs

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s