224. das impressões do dia seguinte

224. das impressões do dia seguinte.

Calculava a rota dos meteoros.
o céu é imenso dentro da noite escura enquanto o vento inventava floreios na cortina.

Os barulhos da noite trazem o canto dos grilos na varanda. A vida é esse reprisar de ciclos.
O tempo todo, o eco lá fora e no céu, a chuva de estrelas cadentes – tão rápido e fugaz – desenhando dourado no céu.
As fotografias rasgadas e espalhadas no vento. O pedido feito de última hora. A previsão do tempo promete chuva amanhã.
Aprendi a contar o tique taque do relógio e acordo antes que o despertador toque e a descobri sabores de mar no rio.
Não há por onde escapar quando os ventos chegam em todos os portais. É necessário coragem para voar.
Mariana Gouveia
224. das impressões do dia seguinte

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s