293. das infinitudes

A vida nasce nos dias delicados onde a chuva fina aplaca a sede do jardim.
Os girassóis florescem no mesmo dia que o menino feito de amor nasceu.
Era ontem ainda quando o riso se fez presença no coração da mãe e a delicadeza conheceu o berço de acolhida.
Ainda era ontem ali, a felicidade preenchendo as ruas feitas de esperas.
A vida, bem ali, na graça dos dias. O sonho bem realizado na palma da mão, enquanto no jardim, os girassóis forjam que a vida deles clareiam as manhãs iluminadas de nascimentos e as flores trouxeram o som das flores que ela sempre me entrega todas as manhãs.

Bem aventurado o menino que foi escolha e espera.
A vida é esse florescer de sol quando o amor acontece.

bem aventurado o amor de Benjamin.

Mariana Gouveia
293. das infinitudes
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.