358. dos verbos indefinidos

A vida cabia no instante do dia.
Ela me contava a história da lenda. Em algum canto do mundo, um nascimento mudou a simbologia da fé.
Eu apenas a ouvia e a floresta cabia na invenção de um presépio.
Alguns anos depois, repito o gestual das histórias.
Trago ela para o cheiro do quintal, enquanto no jardim a vida nasce todo dia.

*para todos que me acompanham um Natal repleto de amor e harmonia.

Mariana Gouveia
258. dos verbos indefinidos

Anúncios

2 comentários em “358. dos verbos indefinidos

  1. Natal já se foi, felicidades para você. O ano novo já já chega com toda a graça á oferecer. Enjoy🎁🙋🏽‍♀️

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.