Fazia frio nos olhos dela

e eu pensei em ajudar, mas havia frio também nos meus olhos
As velhas senhoras dos meus poemas sempre veem conversar,
Ainda há tanta beleza nos olhos delas,
E elas aprenderam a sorrir das tristezas,
As faces com velhas pinturas, algum ouro antigo nas molduras, 
Uma forma madura de iluminar os problemas,
Os caminhos nos mapas a dizerem do mundo
Coisas que não precisam voltar,
Mas me contento em me aquecer nos olhos delas

Charles Burck
* imagem: Marta Bevacqua

2 comentários em “Fazia frio nos olhos dela

  1. Maria de sa disse:

    Poema delicioso . Adorei . Obrigada Maria

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.