Assume o amor como um ofício

Assume o amor como um ofício

onde tens que te esmerar,

repete-o até à perfeição, repete-o quantas vezes for preciso até tarde, deixa-o ser a asa da imaginação, a casa da concórdia,

só nunca deixes que sobre para não ser memória.

Eduardo Costley-White

Anúncios

3 comentários em “Assume o amor como um ofício

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.