Open

Aberto

Fechar a loja, para que o amor, se um dia vier, tenha como resposta isto, de um vizinho:
“Loja? Olhe, eu moro aqui há dez anos e não me lembro de ter visto uma.
Morava aqui um sujeito estranho, que dizem ter virado fantasma.

Raul Drewnick
*imagem: Marta Orlowska

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.