Meu personagem favorito

Para além das delicadezas!

https://wp.me/p7ILWb-25P

À Gilka Machado,

Das cartas

Scenarium livros artesanais

Por Mariana Gouveia

.

Mariana Gouveia, autora

Querida Gilka

Talvez eu fale mais de mim nessa carta do que propriamente de você. Nessa semana, minha previsão de tempo saiu dos trilhos – não o tempo mesmo, de clima, que continua insuportável por aqui – mas o tempo de relógio, que foge daquilo que a gente traça.
Passou por mim, dias inteiros de lenda viva, de mitos e de comemorações de vida. Sobrevivi a algo que nem sabia e me perdi na rotina dos dias. Pinto um retrato que não se revela – como seu poema que mais gosto – e de fato, vivi uma semana em uma realidade que não é minha.
A aldeia indígena pegou fogo, e vi a alma da floresta fugir como pássaros em migração para escapar do calor. Vi pessoas perderem tudo que tinham construídos e ainda assim, vi a esperança nos olhos delas e foi isso que me…

Ver o post original 288 mais palavras

6 on 6 – — meus livros!

nenhum abismo me cabe
nessa hora, eu voo

Mariana Gouveia

 

 

Ter um livro publicado era o sonho de criança. Quando em 2015 a Editora Scenarium Plural me fez o convite, a emoção tomou conta de mim e veio a parte mais difícil que era escolher entre infinitos poemas apenas 50 deles para fazer parte do livro.
O livro fazia parte da Série Exemplos e coube a Lunna – minha editora preferida – a fazer a seleção.
Desde então, O Lado de Dentro se tornou o filho do qual cuido com carinho.

 

Em Diário das Quatro Estações – Cadeados Abertos fui fiel ao meu estilo de vida.  Era como me desnudar diante de quem lia:

preciso sobreviver ao encanto
que teus olhos me apresentam em miudezas e rotinas
Dou-te os sentidos plenos no toque
das palavras, invento recantos onde seu amor me ampara
Para isso, basta sentir-me tua.
Adivinho que você nasceu em algum canto do mundo. E os séculos nos pertencem.

Mariana Gouveia – Cadeados Abertos – Diário das Quatro Estações
23, Outubro Pág. 93

Os dias foram acontecendo dentro da minha rotina. Entre o trabalho e as previsões, a lucidez das horas e a saudade o diário foi criando vida.
O horóscopo trazendo opções de escolha e a bênção do pai a dirigir sentimentos.
Assim, o diário foi visto pelos olhos do amor.
Um convite e ele virou um livro.
Um livro onde dedico alegria, esperança, momentos lindos e uma história rica de amor.
Em alguns dias, uma palavra bastava. Em outras, vivi todas as estações e ainda assim, era náufraga de um mar que não conheço e de um rio onde bebo na fonte.

 

Entre um livro e outro aconteceram outros projetos onde fui acolhida dentro do amor e da pluralidade e me vi pecadora em Sete Pecados. Na delicadeza do fluir, dentro de um conjunto Plural fui liberta e Coletiva.

 

Mas, em fases de Lua, me transformei juntamente com seis mulheres em Sete Luas. Um trabalho lindo, delicado, minucioso e generoso com as autoras. Serei suspeita se dizer que foi o mais lindo dos trabalhos…
Serei suspeita se dizer que nos transformamos em lunação.

Depois de luas, diários e Plural ganhei a dor e a leveza em Corredores. Foi o que me fez chorar e eu vivi a história na pele e na dor de alguém.
Mas, também vivi a liberdade e a alegria de ser mão ao toque e te convido a passear pelas páginas deles.

 

 

Para você que ficou curioso ainda dá tempo de adquirir qualquer um deles ou de saber mais por outros olhares:
O Lado de Dentro sob o carinho de Adriane Aneli:
https://scenariumplural.wordpress.com/2019/02/18/resenha-o-lado-de-dentro-de-mariana-gouveia/

https://marianameggouveia.wordpress.com/category/o-lado-de-dentro/

https://marianameggouveia.wordpress.com/category/diario-das-quatro-estacoes/

https://scenariumplural.wordpress.com/2018/08/13/corredores-codinome-loucura/

https://marianameggouveia.wordpress.com/category/diario-das-quatro-estacoes/page/1/

https://marianameggouveia.wordpress.com/category/sete-luas/

https://www.facebook.com/seteluas/

https://marianameggouveia.wordpress.com/category/corredores/

Mariana Gouveia
Projeto 6 on 6 – Editora Scenarium Plural – 2019
Participam também desse projeto: Lunna Guedes– Obdúlio Ortega Maria Vitória