tempo de parir silêncios

In & Yan Art*imagem: Kiyo Murakami

no escuro da noite
todo sentido
devaneia

madrugada
asa é partir

tempo de parir
silêncios

[ave maria cheia de abismos].

Dan Cezar

Anúncios

Eu te amo.

Eu te amo..jpg

Alguém que seja perto. Na distância entre o nunca e o vazio. Teus olhos viajando em mim e o tempo mudo. A palma da tua mão e os sonhos. Teu colo, o mundo. Tua quentura e tua boca de viagens. Estou passional, sedento, teso. Inteiriço e agitado. Dói esta ausência intrusa. Crave este teu cheiro em mim. Grave tua saudade em minha retina. Abusa. Lambuza. E fica. Espero tua chegada e os teus verbos de sentir. Eu te espero. Eu te amo.

Dan Cezar
*imagem: Mira Nedyalkova

Tudo é provável

tudo-e-provavel

Tão maior. Céus de arrebóis, luas de sempre. O meu amor só quer te nascer. Crescer nas nuvens. Saber todos os azuis de amanhã. Este meu amor é antes de tudo, antes. O meu amor já era teu, desde tantos e outros sóis. Agora eu só quero tuas mãos felizes nas minhas.

Dan Cezar

Estou obsceno,

Estou obsceno, .jpg

à mercê das tuas possibilidades.
E afundando nesta varanda de vontades. Uma docilidade, um instante.
Teu olho que me engole, minha súbita lembrança.
Carne e ossos em excitação. Adivinha? Quero distrair tua língua em minha boca. Depois? Depois o amor goza por nós.

Dan Cezar
*Imagem: Tumblr

signos de bem-querer.

signos-de-bem-querer

Divirto-me em teus olhos com signos de bem-querer.
Estou insensato deste amor que é teu.
Assumo todas as formas e brinco de sempre.
Os verbos dos dias estão em delírio. Acho que bebi todos os sonhos.

Dan Cezar
*imagem: Mira Nedyalkova

Amar-te é voar além.

amar-te-e-voar-alem-jpg1

Quantas e tantas estas minhas e tuas asas se espremem dúvida quando nunca?
E ninho quando certeza?
Céu quando orgasmos?
Pousa e canta.
Teu assovio é pele.
Teu bico, língua.
Gozemos os sóis, celebremos.
Amar-te é voar além.

Dan Cezar
*imagem: Tumblr