Assume o amor como um ofício

Assume o amor como um ofício

onde tens que te esmerar,

repete-o até à perfeição, repete-o quantas vezes for preciso até tarde, deixa-o ser a asa da imaginação, a casa da concórdia,

só nunca deixes que sobre para não ser memória.

Eduardo Costley-White