Ensaio sobre a origem vermelha da rosa

Estava escrito que eu temeria tuas mãos
O florescimento da tua boca
A suntuosidade dos teus lábios
Tuas raízes atravessando-me o peito
O fogo e a ternura da tua carne
Estava escrito que eu morreria
Muitas mortes em teu cortejo de língua

José de Assis Freitas Filho in Há um poema morto na sala, Pág. 81 Editora UEFS
Imagem : Natália Deprina