Carta à Marte aos cuidados de Vênus

Carta à Marte aos cuidados de Vênus*imagem: Brooke Shaden

Voltei ao seu quintal, e a sua presença é tão forte ali, que nem parece que se foi.
As flores continuam perfeitas e as árvores em sintonia cantam a canção do vento que você dançava.
Parecia que estava ali. Passei por entre os azuis das Hortênsia que você ganhou de alguém.
O pé de amora está no auge e na exuberância – palavra que você repetia para qualquer coisa fora do comum – das frutas. Até parece que sua risada está ali, e a essência da geleia que você fazia parece encher o ar.
Geléia de amora é para amar, Maryann! – você dizia!

Minha missão era esvaziar a casa de suas coisas, de você.
Mas vim embora com todas as lembranças. O diário que me continha em cada dia, a toalhinha de crochê que foi um presente há alguns anos atrás.
Conto um mês hoje, e logo serão dois, 11. Logo será ano e volto do seu lugar com a imagens das poesias escritas no seu quarto onde a vida flutuava em você.
Qual planeta você habita hoje?
Qual emoção te move nesse plano além do olhos?
– Marte é logo ali, Maryann! Basta bater no calcanhar três vezes e dar um pulinho que você já embarca.
Acho que perdi o jeito! Vejo Vênus, Órion, vejo todas as estrelas. Não vejo Marte.
Marte, hoje mora dentro de mim.

Mariana Gouveia.

Anúncios

Andou guardando estrelas por brincadeira

Andou guardando estrelas por brincadeira

Redigiu o horóscopo do dia. Alternou a imensidão das coisas. No alinhamento dos astros, chove hoje.
A moça do tempo avisa: leve seu guarda-chuva.
Júpiter causa uma mudança interestelar. Pode se apaixonar de novo. Prefiro não dizer a palavra cuidado. Qual seria seu signo no horóscopo chinês?
O período da tarde pode haver mudanças. Realinho os astros no papel. A carta da lua teima em sair. Mistérios no ar. Ciclos. A vida não é feita apenas daquilo que podemos tocar. Nem ouvir. Nem ver. Há dimensões de estrelas na minha mesa. Números rodeiam meu destino de hoje. Ontem presenciei a queda de um mito. Já não há heróis para se espelhar.
A menina da mesa ao lado me pressiona com verdades que ela mesma não aceita. Recorta a parte que fala de seu signo e guarda. O dia de hoje é para ficar marcado. Relembro que há uma coisa chamada esperança.
Na previsão do dia há poesia. A voz dela lembra qualquer coisa de fada.
A lua em Peixes enfeita o dia.
Alguém compra o jornal e lê. Suspira e conhece a palavra vontade.

Mariana Gouveia

Basta que existas para que os meridianos se arrumem

Basta que existas para que os meridianos se arrumem

Viver é fácil porque meço a partir de ti o norte e o sul.

Basta que existas para que os meridianos se arrumem e os oceanos não transbordem.

Magnetismo de Teolinda Gersão

/in Amor/

Horóscopo do dia

sempre não é todo diaMe pediram o horóscopo do dia.
A pessoa que fazia isso morreu – ou viajou, ou mudou – sei lá!
Há uma contradição dos astros hoje. O astral me povoa.
Cria multidão em mim. Estrelas cintilam nos olhos dela.
O vento empurrou Júpiter para perto de Vênus. Marte partiu.
Seu signo combina com o meu.
O Decanato mora na esquina da rua detrás.
Chamam-no pelo apelido.
Nunca atende pelo nome dele.
Hoje será seu dia de sorte. Amanhã também.
Isso se não enlouquecer pensando nos sentidos que as várias fases da Lua tem.
O tempo muda hoje. Continue nas rotinas do dia.
Vai conhecer o amor da sua vida – isso, se já não conheceu.
Momento dos mais benéficos para viver ou morrer.
De amor.

Mariana Gouveia

pequena fábula interplanetária

10999897_839770589420692_3727592084509786679_n*imagem: Facebook

enquanto vénus reclamava: neptuno, os peixes andam com mercúrio
lá na terra já só se falava nos divórcios de saturno, esse cabeça na lua
por júpiter! exclamou marte quando soube, assim vai perder os anéis

José Luis Almeida