Dissolução

Erika Craig

Guardo a palavra
no meu lado
Esquerdo
de dentro

Aguardo a palavra
riscada em minha pele,
– eu tento…

Transformo a palavra
nas metamorfoses prováveis
– Entretanto –

Me esvazio, lenta
E constantemente:
*
D
i
S
s
o
l
v
o
**

enquanto dorme no azul,
– a palavra -.
Eu
durmo.

 

Elke Lubitz
*Erika Craig

Anúncios

Espectros

kiyo murakami 2

 

Até os
pássaros de dentro
Voam alto em
Fria atmosfera.
ramificam suas penas
não temem o frio
Eu ainda
me debato
Quando ato meus
medos
Plastifico
sentimentos
Meus pássaros de plástico
não morrem.

Elke Lubitz
*imagem: Kiyo Murakami

Sementes

Para quem voa-001

*imagem: Elena Vizerskaya
.
Se mente a minha pele
– brota
Se diz verdades
– vinga
Se mente meu corpo
– raiz
Se diz verdades
– seiva

Se mente a flor
– pólen
Se verdades diz,
– sementes.

Elke Lubitz

Noite

noite

A noite abriu os botões do
seu vestido…um a um
sedutora névoa prateada
anágua
no rio o espelho
mostrava suas joias
ouro das estrelas e prata da
lua
reflexos…
os botões da noite entre abertos
in(cobertos)

Elke Lubitz
*imagem: Tumblr

 

Mulher líquida…

Mulher líquida

derrete palavras
no calor das
horas,
vapor em verbos
flutuantes penas,
retina vaga
mulher de brumas,
silêncio em conchas
murmúrio estelar
aquisição de formas
diversas
recipientes rasos
mulher de gelo
fervura leve
emerge !

Elke Lubitz

*imagem: Alexandra Sophie